Ácido salicílico: Entenda de uma vez por todas para que serve!

Sabemos que o Brasil é um país com todo o tipo de pessoa que podemos encontrar no mundo, e possuímos todo tipo de pele e tipos de cabelo, entre outros, o fato é que o grande número de peles mistas e oleosas no nosso país vai aumentando gradativamente o consumo do ácido salicílico através de produtos cosméticos, e atualmente podemos comprar esse tipo de produto desde uma simples farmácia como também dentro de um mercado, mas muitas acabam se enganando sobre o uso constante desse ácido na pele, e hoje iremos conhecer um pouco melhor sobre o que esse ácido é capaz de fazer em nossa pele.

ácido salicílico

E o mais interessante é que a proposta dos produtos com o ácido salicílico presente são muito boas, uma vez que esses produtos não são capazes apenas de controlar o grande nível de oleosidade na pele, como também esses produtos são capazes de tratarem acnes como espinhas e cravos, e não precisamos nem comentar do grande número de pessoas que enfrentam esses problemas diariamente, o que nos faz pensar na grande quantidade de produtos para o tratamento de acnes e oleosidade na pele que é vendida com a presença do ácido salicílico

E realmente, o ácido salicílico é o ácido menos agressivo quando entra em contato com a pele, porém ainda sim se trata de um ácido, o que nos leva a pensar em seus riscos e seus benefícios, e se sua utilização realmente vale a pena, é por isso que hoje iremos conhecer tudo sobre o ácido salicílico, para que você possa saber se sua saúde ainda continua bem ou se você deve cortar de vez produtos com esse composto.


Ácido Salicílico: O que é?

E para conhecermos de vez o ácido salicílico, nós precisamos primeiramente entender o que diabos é esse ácido, e ele basicamente é um composto beta-hidroxiacido produzido de forma totalmente sintética, e que também é muito conhecido por suas propriedades analgésicas, porém nos dias de hoje esse ácido passou a ser utilizado para o tratamento de diversas doenças dermatológicas, doenças que geralmente estão ligadas diretamente com a pele, como dermatite seborreica, psoríase, ictiose e acne, e um fato até que interessante, é que ele também é utilizado na remoção de verrugas.

ácido salicílico 2018

Um outro fato interessante é que em grande maioria dos produtos que prometem o tratamento contra a acne, esse ácido está presente, isso por conta de suas características esfoliantes, como também seu poder para o controle da oleosidade na pele, e por conta disso o ácido salicílico pode ser ligado diretamente com a estética facial.

BENEFÍCIOS DO ÁCIDO SALICÍLICO

E como já vimos, um dos principais usos do ácido salicílico está ligado diretamente com a estética facial e com o tratamento da acne, como também de irritações na pele, mas existe algum beneficio além disso? claro, ele tem um grande poder adstringente, o que ajuda na abertura dos poros da pele, possibilitando uma melhor hidratação da pele como também no controle da oleosidade, que é um problema muito enfrentado por milhares de pessoas diariamente, o que consequentemente também diminui gradativamente o aparecimento de cravos e espinhas.

Um fato interessante desse ácido, é que ele possui características antimicrobianas e antifúngicas, o que quer dizer que ele também ajuda no tratamento de infecções e até mesmo na contaminação da pele. Assim como ele é um grande influenciador na renovação das células, e também no tratamento da dermatite seborreica com a remoção das células mortas e com o auxilio na produção de novas células, como também pode ajudar na regeneração de cicatrizes e verrugas, esse ácido é capaz de amenizar muito feridas desse tipo.

ácido salicílico beneficios

RISCOS DO ÁCIDO SALICÍLICO

E como já comentamos logo no inicio do artigo, o ácido salicílico é o ácido menos agressivo para a pele e pode trazer uma grande quantidade de benefícios, porém assim como qualquer outro ácido, ele possui seus riscos e seus malefícios quando são evitados cuidados especiais ou que são acarretados pelo uso indevido desse ácido.

E um dos fatores mais importantes antes de se utilizar o ácido salicílico é de se averiguar e fazer um exame de alergia, uma vez que é estimado que pelo menos 1% da população mundial tenha hipersensibilidade com esse ácido, e os problemas que esse ácido podem causar em pessoas alérgicas são muito sérios, como a perda de audição, reações indesejadas no sistema nervoso, aumento grande na aceleração dos batimentos cardíacos, e no pior dos casos, vertigem.

Até mesmo para pessoas que não possuem reações alérgicas a esse produto, ele também pode trazer sérios problemas, como manchas avermelhadas na pele, escoriações, ressecamento da pele e até mesmo a criação de crostas, lembrando que não é recomendado a utilização desse ácido em pessoas que possuem a pele muito sensível ou seca.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply